O processo de emagrecimento

1800

_michelle-franzoni--antes-e-depoisSei o que todo mundo quer saber. Então está na hora de começar a contar.

Como já falei AQUI, milagres não existem. Para mim, não há A dieta mágica, nem O shake emagrecedor.

Meu processo de emagrecimento deu-se em cima de dois fatores principais, apoiado em alguns outros complementares não menos importantes.

Hoje vou falar sobre os fatores principais para eu chegar ao corpo atual. Dieta e exercício.

Dieta é fundamental. Você precisa comer menos do que gasta, para o corpo “queimar” o excedente. E devemos comer direitinho, pois senão o nosso corpo, que às vezes é meio burro, não “queima” apenas gordura que é o que queremos, “queima” também massa muscular. E músculos são artigos de desejo e cobiça no mundo atual. Não desperdice os seus!

Para isso, é importante ter uma dieta equilibrada em proteínas, carboidratos e gorduras essenciais. São eles que manterão seu corpo com energia para o dia a dia e para a prática de exercícios.

Minha dieta consistia em alimentos saudáveis e que eu gostava, distribuídos ao longo do dia em 6 a 7 refeições (ver AQUI). 

Os exercícios??? Ahhh não foram fáceis no início. 32 quilos a mais nos deixam cansada, sem força, com batimentos cardíacos lá em cima… Mas eu fui… (Leia AQUI e AQUI).

Era preciso fazer um exercício aeróbico. E eu que já utilizava a bike como meio de transporte no centro da cidade, comecei pedalando 3 a 4 vezes na semana, por cerca de 50 a 60 minutos. Logo, quando vi os primeiros resultados, aumentei a intensidade da pedalada. E nos últimos meses eu estava pedalando cerca de 1,5 a 2 horas 6 a 7 x na semana, com sol, chuva, frio ou calor. OK! Você não precisa tanto. Realmente eu estava motivada e determinada. Ninguém me segurava. Eu visualizava meu objetivo, ou seja, meu corpo novo, e ia embora… a mil no pedal. E assim foi.

Quanto a musculação, um mês depois de começar a dieta e as pedaladas, me vi com coragem para me matricular na academia. Não… Não é fácil uma gordinha colocar sua malha de ginástica e uma camiseta larguinha para esconder a bunda cheia de celulite e encarar aquele ambiente de gente sarada e saudável.  Mas, mais uma vez eu estava lá. Eu treinava 4a 5 vezes por semana, com muita força de vontade. (Ler AQUI)

No meio “marombístico” das academias, existe o seguinte jargão: NO PAIN, NO GAIN. Isso significa que sem dor não há ganhos. E às vezes as piores dores não são as que o corpo sente, mas sim, as dores emocionais do processo. Isso falarei mais adiante.

Embora muita gente não acredite, eu não tomei inibidor de apetite, termogênicos, hormônios sintéticos ou qualquer tipo de droga. Minha droga chama-se DETERMINAÇÃO, e ela me trouxe até aqui.

Quem me acompanhou durante esse ano, sabe como eu suei, me dediquei, e coloquei todas as minhas forças para alcançar meu objetivo. E eu cheguei onde eu queria. Na verdade, ultrapassei o limite do meu desejo e conquistei um corpo que nunca sonhei ter.

Não é fácil. Mas também não é difícil.

Para tirar suas dúvidas sobre o meu processo de emagrecimento e vida saudável, clique AQUI.

Siga o Blog da Mimis no FACEBOOK e INSTAGRAM @blogdamimis e assine o meu canal de vídeos no YOUTUBE e receba todos em primeira mão.

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

1.800 Comentários Mostrar comentários

  1. Belo post! Muito inspirador. E realmente não existe milagre, tem que ter muita força de vontade e resiliência.
    Gostaria de adicionar uma dica, que é um livro com receitas low carb, para variar a dieta e não ficar só no básico e acabar perdendo o interesse.
    Esse é o livro: http://bit.ly/cozinhalow

    Parabéns a todos que estão nessa luta!

  2. Bom dia Michelle.
    Estava procurando uma dieta de manutenção. Deparei-me com sua experiência; “sou muito gulosa” Rsss! Você me pegou. Tipo aqueles pescadores que trabalham entre Floripa e São José. Tenho 1.82altura – Emagreci de 106kg. para 88lg com acompanhamento de nutricionista. Após 26 dias de internação – cirurgia redução benigna da próstata. Preciso estabelecer três refeições diárias simples. Jantar posso fazer uma salada Light com frango grelhado, alface, tomate, cenoura, cebolas, palmito, 6 azeitonas, cenoura e beterraba. A minha dúvida é se no almoço posso acrescentar: 150 gr. feijão e 50gr arroz. Café da manhã gosto de suco de laranja com inhame e uma fatia pao integral sete graos e queojo frescal para aumentar a imunidade pós cirúrgica. Nao sei se estou agindo corretamente. O que posso fazer para MANTER o peso adquirido? Atenciosamente Joselito Amorim zaap (27) 999 858 157

  3. Mimis!
    amo seu blog! sou sua seguidora a anos!
    Hoje, minha curiosidade é quanto a sua rotina hoje… depois de alcançar o seu objetivo, como é hoje a sua rotina de cuidados com atividades físicas e alimentação? você mantem o mesmo ritmo de quando ainda estava em processo de emagrecimento? o que mudou? Em alguns momentos fica difícil manter a disciplina, principalmente com filhos pequenos, estudos, trabalho… como conseguir conciliar tudo sem voltar a engordar?

    Grande beijo
    Larissa

  4. Mimis bom dia!
    Eu adoro o seu blog (acho que já comentei muito isso)
    E ele está me ajudando bastante! Eu perdi 6kg e a meta é perder pelo menos mais 8!
    Tudo com alimentação saudável ( os exercícios por ora não tenho feito muitos, mas estou querendo mudar)
    Sua história me inspira muito!
    Obrigada por compartilhar tudo conosco!
    bjs

  5. Mimi, heeelp!

    Como você fez pra vencer a desmotivação?
    Eu tento emagrecer ha muito tempo, mas só consigo engordar mais pq a cada quilo que eu nao perco eu me frustro e como, como e como mais.
    Essa é a parte mais difícil pra mim: não encontro uma motivação que me leve a ter a determinação que vc teve!
    O que você fazia pra se manter focada?

    Brigada!
    Beijinhos :*

  6. Boa tarde Micheli,

    gostaria de saber se no começo do emagrecimento, vc fez alguma cirurgia ou aderiu algum procedimento estético para ajudar na queima de gordura localizada no abdômen? Gostaria de saber, porq o meu maior objetivo é queimar as calorias do abdômen(pochete), e o meu personal disse, que talvez eu não consiga eliminar a gordura localizada.

  7. Pois é, Michelle:
    Acabei entrando no seu blog por uma pesquisa….
    Enfim, eu estou querendo transformar minha vida e vc inspira! Tenho determinação mas não sei por onde começar…
    Cada uma com suas histórias de vida, e eu tenho 52 anos.
    Pelo que li e entendi em seu blog meu corpo é o menininho, da mesma maneira que perco peso, perco massa tb, poderia me ajudar sugerindo em montar um cardápio pra mim?

×