Afinal, o que é cultura?

10

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis8

Você sabe o significado da palavra cultura?

Hoje resolvi falar desse amplo termo que foi um dos objetos de estudo do meu doutorado. Afinal, a cultura de um povo pode estar relacionada à qualidade de vida do mesmo.

E para isso, nada melhor do que ilustrar com belíssimas fotos que fiz em anos anteriores em Paris, que mostram uma diversidade cultural linda de se ver.

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis 2

Existem diversos conceitos de cultura, dependendo do ponto de vista apresentado. Vou citar alguns autores para melhor compreendermos as diferenças.

Castells (2010, p.34) considera cultura como “um conjunto de valores e crenças que formam o comportamento”, onde padrões repetitivos de comportamento podem dar origem a costumes repetidos por instituições e por organizações sociais informais.

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis3

No entanto, há uma questão a se relevar. Arte e cultura muitas vezes são confundidas como  sinônimos para o público leigo, tamanho é a complexidade do significado destas duas questões dentro da sociedade.

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis4

Tendo em vista que arte e cultura são temas tão populares, embora tão dificilmente conceituáveis, recorremos a Ferreira (2004), buscando uma definição abrangente do conceito de cultura. Ele nos diz: “cultura é o conjunto complexo dos padrões de comportamento, das crenças, instituições e outros valores espirituais e materiais transmitidos coletivamente e característicos de uma sociedade”.

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis5

Já o  artigo 216 da Constituição da República Federativa do Brasil CF/88, versa sobre o tema cultura da seguinte forma:

Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais se incluem: I – as formas de expressão; II – os modos de criar, fazer e viver; III – as criações científicas, artísticas e tecnológicas; IV – as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais; V – os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico. (BRASIL, 2005, p.80).

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis6

Zolberg (2006) afirma que a antropologia trata a cultura como algo maior e mais amplo que a arte. Os antropólogos enxergam a cultura como um todo, consistindo de significados simbólicos ou estruturas de pensamento que podem estruturar ideias e modos de pensar, crenças religiosas, valores éticos e sistemas de símbolos, incluindo a língua, a estética e as artes. Todos esses aspectos da cultura podem ser encontrados onde houver sociedades humanas, sendo considerados ‘universos culturais’.

Aí se percebe que o conceito de cultura está relacionado às bases materiais e ideais; podendo ser concebida como expressão das ideias e sentimentos ou o conjunto do conhecimento armazenado pela humanidade, ou por vezes,  entendida como construção social.

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis7

Segundo Chauí (1994), o termo cultura deriva do verbo latim colore, que foi originalmente empregado para o cultivo ou cuidado com plantas. Analogicamente, o termo foi ampliado para diversos tipos de cuidados, vindo de encontro ao uso atual por se associar ao cuidado com o culto. Dessa forma, Chauí (1994) diz que, até o final do século XVIII, cultura relacionava-se a tudo que estivesse ligado aos interesses humanos, quer fosse material ou simbólico; sendo que para a manutenção desse cuidado eram necessárias a conservação da memória e a transmissão de como deveria ser o cuidado. Daí surgiu o vínculo atual da cultura com a educação e ao cultivo do espírito.

Chauí (2010, p.375), antropologicamente refere-se ao termo culturas, utilizando o plural, afirmando que: […] as leis, os valores, as crenças, as práticas e instituições variam de formação social para formação social. Além disso, uma mesma sociedade, por ser temporal e histórica, passa por transformações culturais amplas e, sob esse aspecto, antropologia e História se completam, ainda que os ritmos temporais das várias sociedades não sejam os mesmos, algumas mudando mais lentamente e outras mais rapidamente.

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis11

Burke (2010) afirma que a partir do século XVIII há uma mudança  do termo cultura para civilização. Segundo ele, o termo era inclinado a referir-se à arte, literatura e música, porém, a corrente antropológica atual, bem como para alguns historiadores e pesquisadores, o termo é utilizado a quase tudo aquilo que pode ser apreendido em uma sociedade, como comer, beber, andar, falar, etc.

mache d aligre paris sobre cultura blog da mimis9

Você já deve ter ouvido dizer que “alguém nào tem cultura”, ou até mesmo acredita que você mesmo não a possui. Ledo engano. A cultura de uma sociedade está relacionada a todos os hábitos, costumes e conhecimentos passados ao longo das gerações, significando aquilo que identifica tal povo.

Assim, percebemos que todo indivíduo é dotado de cultura, não sendo uns mais cultos que os outros, e não havendo nenhum ser humano inculto. Confusões a cerca das definições de cultura é que propiciam esse diálogo de que existem indivíduos que são desprovidos de cultura por quaisquer que sejam os motivos.

cultura qualdiade de vida blog da mimis

*Fotos: Michelle Franzoni

*texto extraído da minha Tese de doutorado cujo título é: “Criação e compartilhamento de conhecimento artístico e cultural em ambiente virtual interativo.”  submetida ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina para a obtenção do Grau de Doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento. 2011. Clique AQUI para baixar o trabalho completo.

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

10 Comentários Mostrar comentários

  1. Pingback: Alimente-se com amor - Michelle Franzoni - Blog da Mimis - Qualidade de vida e bem-estar

  2. veja só,do ponto de vista filosofico, cultura esta ligado ao fato do ser humano em interação com a sociedade,onde através da linguagem nós criamos diálogo que podemos acrescenta aquilo que achamos e vivenciamos,compartilhando experiencia e absorvendo também, já que este é o objetivo do diálogo,ou seja só a existencia humana é resultado de cultura,já que todos nós independente de condição financeira somos seres sociais por necessidade,e independente de condição financeira, todos nós de qualquer classe social não detemos o poder de maior cultura,já que toda cultura é importante e resulta da nossa relação social

  3. Michelle,
    Comecei a ler seu blog há pouco tempo e já me sinto na obrigação de parabenizá-la.
    Meus sinceros parabéns pelo motivo base de seu blog (sua determinação e sua força de vontade por uma vida saudável), e também por se preocupar em passar a seus leitores CONHECIMENTO de fato.

    Meio a blogs que se sustentam apenas por propagandas e mais propagandas, o seu se sustenta POR VOCÊ indivíduo.

    Seu modus vivendi me encanta e eu me vejo muito em você.

    Obrigada e parabéns! 🙂

    De sua nova leitora, e admiradora de suas receitas e viagens, (e na luta por 4% a menos de gordura corporal haha),

    Nathalia (SP)

    ps: também devo dizer que a inexistência de erros gramaticais em seus textos torna a leitura muuuuito mais agradável.

    • Obrigada pelo carinho Nathalia!
      Realmente prezo a informação e a boa escrita. Às vezes alguns erros de português podem aparecer ou até erros de digitação são comuns pela velocidade que escrevo, rss, mas amo a nossa língua e procuro fazer o meu melhor! Um beijo e força na luta! 🙂

    • Oi, Nathalia. Também adorei o texto, mas tem um errinho de gramática, sim, quando ela usa “a cerca” em vez de “acerca”, mas, claro, isso não diminui nem um pouquinho a qualidade do texto. Abraço.

×