Budapeste: a vibrante capital húngara

7

Budapeste-a-vibrante-capital-húngara-blog-da-mimis-michelle-franzoni-01

Budapeste é a capital da Hungria e localiza-se às margens do rio Danúbio, com 1.740.041 habitantes. É um grande destino turístico e considerada a sexta cidade mais visitada da Europa!

Pelas cidades que estive, da pra notar que Budapeste é a cidade mais barata do leste europeu, desde a hospedagem, alimentação, até as compras.

Já no aeroporto, compramos o ticket de metrô para 3 dias ao preço aproximado de 14,5 dólares. Ele dá livre acesso aos trens, metrôs e bondes a partir do horário que você compra. Há outras opções para mais ou menos dias, dependendo da sua estadia. No final, são sei se esse ticket compensa pois o bilhete único tem o custo de 1,2 dólares e não tinha me dado conta disso antes. Mas minhas bolhas do pé agradeceram todo e qualquer bonde ou metro que eu podia pegar para ir de um lado ao outro.

Na saída do aeroporto, pegamos o ônibus 200E que nos levou a estação Kobanya, onde pegamos o metrô direto para nosso apartamento. Já contei pra vocês que adoro alugar apartamentos quando viajo e dei dicas nesse POST.

O tempo estava maravilhoso, muito sol e calor até demais. Foram 4 dias de passeios pelos principais pontos de Budapeste.
Ficamos na Praça Elizabeth, na estação central de Deak Farenc. O local escolhido foi perfeito pois dali podíamos ir para todos os cantos com fácil acesso ao metrô e bondes.
Como chegamos final da tarde, só saímos para jantar e depois fomos direto para o apartamento descansar.

No caminho de volta do jantar, nos deparamos com a praça Elizabeth lotada de jovens. Era como uma baladinha gratuita, onde todos levavam suas bebidas e se reuniam em grupos grandes ou pequenos. Olha o videozinho que postei no Instagram:


No dia seguinte fomos conhecer Buda, a parte da cidade do outro lado do Rio Danúbio que tem o castelo e belos monumentos. Atravessamos o o rio à pé pela ponte das Correntes e pegamos o funicular até o topo do castelo, dá pra subir de escada também. A vista é linda lá de cima.Lá em cima ficam o Castelo de Buda, a Galeria Nacional e o Museu de História Natural. À direita, o Palácio Sandor. Caminhando para a direita, no fluxo dos turistas, encontramos algumas lojinhas e cafés e chegamos ao lindo monumento Bastião dos Pescadores e à Igreja de Mathias. Momento para apreciar a vista e bater muitas fotos.

Dalí, descemos de ônibus e fomos até o Mercado Central, onde compramos páprica, pão, queijos para o almoço e um iogurte maravilhoso. O mercado me decepcionou um pouco, pois eu esperava encontrar bares e restaurantes animados por ali. Só tinha mesmo as banquinhas de alimentos.

Falando em páprica, ela é um tempero típico da Hungria e no mercado podemos encontrar vários tipos e levar de lembrança para família e amigos.

Budapeste-a-vibrante-capital-húngara-blog-da-mimis-michelle-franzoni-02

Aproveitamos o final da tarde para fazer compras na Rua Andrassy. A Bacio é uma mini loja de departamentos onde encontramos várias lojas de marca, como Dolce Gabana, Prada, Moschino, etc. Estava tudo com super descontos e eu aproveitei para comprar duas bolsas lindas. 🙂

Também fomos caminhar pelas lojas do centro e dei de cara com a Zara Home e fiz a festa. Budapeste tem 2 shoppings que eu dispensei conhecer, pois prefiro passear nas lojas de ruas.

Saímos todos os dias para jantar. A comida é barata e maravilhosa! Tanto que vai render um post especial com dicas de restaurantes na cidade.

No último dia de passeio, fomos à linda Basílica de Santo Estevão, pertinho de onde estávamos. Subimos para ver a vista na torre panorâmica e compensa muito! Vimos toda a cidade e foi lindo.
Bem perto da igreja tem uma sorveteria super famosa na cidade: a Gelarto Rosa e a parada é obrigatória nesse calorão.
Passamos pela feirinha de domingo localizada na Praça Elizabeth e comprei algumas gravuras de artistas locais. Sempre faço isso em viagens e assim posso decorar minha casa com arte do mundo todo.

De lá, seguimos para a visita no Parlamento Húngaro que foi agendada através do SITE. Para ser bem sincera, o local é lindíssimo por fora, mas a visita deixou a desejar. Foi rápida e sem muitas atrações. O destaque ficou na Câmara antiga e nas lindas escadarias. Ah! A coroa também, com uma pequena troca de guardas, mas essa não se podia fotografar.

À tarde, com bastante tempo livre, resolvemos conhecer uma das termas famosas de Budapeste. Mas isso é assunto para um outro post. 😉

Amei conhecer Budapeste e seus encantos. Vocês já conhecem? Na manhã seguinte, partimos rumo a próxima cidade do leste europeu. Quem adivinha o destino?

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

7 Comentários Mostrar comentários

  1. Estive lá há poucos anos atrás.
    Apenas um reparo. A Hungria faz parte da Europa Central, que é composta dos seguintes países: Alemanha, Áustria, Eslováquia, Eslovênia, Hungria, Liechtenstein, Polônia, República Tcheca e Suíça. Fazem parte do leste as antigas repúblicas soviéticas.
    Realmente um passeio muito bom.

  2. Amanda Cavalcanti em

    Oi Mimi, que delicia de post seu!
    Morei um ano e dois meses em Budapeste <3 amo essa terrinhaaaa!!!
    Fico sempre feliz quando vejo alguém que foi e se encantou,
    köszönöm (obrigada) pelo post,
    cheiros.

  3. Que coincidência ! Vou para Budapeste no final de agosto, estou pesquisando sobre a cidade e recebi o seu email. Mimis, vc fez algum passeio de barco pelo rio Danúbio ? Queria um noturno, mas vi uns com jantar e achei muito caro, e os que não tem jantar sai muito cedo (18:30 hs) e pelo que li parece que ele volta antes do anoitecer, eu queria ver a cidade iluminada. Tem alguma dica, de site que faz o passeio, com preço legal ? Bjs

  4. A Hungria realmente tem valores bem baratos comparada a Áustria por exemplo , mas a República Tcheca é mais barato ainda.
    Uma pena vc nao ter subido as escadas do mercado, lá vc encontraria diversos restaurantes de comidas típicas. É um dos mercados mais completo que já fui, no andar de cima vc ainda encontra artesanato local com bonecas, toalhas e roupas com os bordados mais lindos do mundo!

×