No/Low Poo: técnicas encantadoras de cachos e anti-oleosidade

30

Viver sem shampoo parece impossível, mas podem acreditar, muitas pessoas vivem e estão adorando. É que elas estão apostando nas técnicas capilares Low Poo ou No Poo, que significam pouco shampoo ou sem shampoo, respectivamente, e os resultados são: cabelos sem frizz, cachos domados, lisos sem oleosidade e diminuição na necessidade de lavação.

Os shampoos possuem sulfato e outras substâncias nocivas à saúde capilar, como petrolatos e parafinas, responsáveis pela grande quantidade de espuma e da limpeza profunda. Estas substâncias removem os lipídios naturais dos fios e do couro cabeludo, responsáveis pela saúde e proteção capilar. Por isso, o cabelo lavado diariamente com shampoo comum tende a ficar cheio de frizz e sem forma de um dia para o outro. Só se dando bem com uma quantidade enorme de produtos com silicone, por exemplo.

Quem têm cachos sofre bastante com isso e é o público principal do No/Loo Poo, mas quem tem cabelos lisos sofre também. O primeiro, com o ressecamento e o segundo com a oleosidade. Aparentemente distintos, são reflexos do mesmo “tratamento”: lavar demais, e com produtos fortes.

Ok, a ideia de “sem shampoo” assusta mesmo. Afinal, vou lavar o cabelo com o quê?

Low Poo
Na técnica low poo, que quer dizer “pouco shampoo”, a ideia é deixar de usar o shampoo comum e passar a usar shampoos mais leves, caracterizados com o mesmo nome da técnica: low poo.

Perfeito para cabelos que sofrem com a oleosidade.

Esses shampoos não devem conter sulfato, derivados do petróleo (petrolatos, parafinas e vaselina) e parabenos.

Evitem os que tenham qualquer um dos descritos abaixo:

Sulfatos: sodium laureth, sodium myreth, sodium lauryl, ammonium lauryl, ammonim laureth, sodium trideceth, sodium c14-16 olefin, sodium myreth, dosium alkybensene, sodium alkylbenzene, sodium coco, ethyl PEG-15, dioctyl sodium sulfosuccinate, TEA-dodecylbenzenesulfonate e TEA lauryl.

Derivados do petróleo: óleo mineral, parafina líquida, isoparafina, petrolato, dodecano, isododecano, alcano e hidrogenated polysobutene.

Parabenos: metylparaben, propylparaben, etylparaben e butylparaben.

Modo de uso 
O primeiro passo e mais importante dessas técnicas, tanto no “no” como “low” poo é deixar de lavar os cabelos todos os dias. Tentem lavar de dois em dois dias.

No caso de quem sofre com oleosidade, pode lavar duas vezes no mês com um shampoo comum (anti-resíduo).

Lavem normalmente e usem o condicionador low poo também para finalizar.

E vale ressaltar: os shampoo low poo não fazem muita espuma.

No Poo
Aqui o tratamento é parar mesmo de usar shampoo, mesmo que seja um produto caracterizado como leve.

Para quem possui cachos ou cabelos ressecados, a técnica mais usada é o co-wash, que nada mais é que lavar os cabelos somente com condicionador. Os condicionadores liberados para o no poo não são os mesmos liberados para o low poo.

Nessa técnica, além de ser proibido o uso de sulfatos, derivados do petróleo e parabenos, fica também restrito qualquer produto que contenha silicone insolúvel. Então passem longe dos que contenham na fórmula: dimethicone, amodimethicone, cetyl dimethicone, ceteryl methicone, cyclomethicone, cyclopentasiloxane, dimethiconol, stearyl dimethicone, trimethylsilylamodimethicone, simethicone, polydimethylsiloxane, methicone, phenyl trimethicone, dimethylpolysiloxane, bis-aminopropyl domethicone.

Técnicas no poo
A limpeza no co-wash é muito mais suave do que com shampoo, o que garante mais macies. Perfeito para cabelos afros. É só usar o condicionador como shampoo, distribuindo-o em todo o cabelo, desde a raiz. Massageiem bem, enxaguem e está pronto.

Se os fios forem bem ressacados e necessitarem de umidificação durante o dia, podem abusar do condicionador na hora da lavagem. Isso garantirá cachos maleáveis e sem frizz por muito mais tempo.

Para quem apenas quer se livrar dos produtos nocivos à saúde, existem as lavagens com bicarbonato de sódio e vinagre ou ainda argila árabe. Vejam abaixo:

Bicarbonato de sódio e vinagre: uma colher de bicarbonato de sódio diluído em um copinho d’água. Massageiem e enxáguem. Depois, diluam duas colheres de vinagre no mesmo copo d’água e despejem do couro cabeludo até as pontas e enxáguem.

Argila árabe: o nome da argila é ghassoul ou rhassoul. Misturada com água bem quente vira uma pasta cremosa. Massageiem a pasta no couro cabeludo e deixando que atue durante um ou dois minutos antes de enxaguar.

no-low-poo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-post

 

Quem aí já é adepta ao No ou ao Low Poo? E quem vai começar um dos tratamentos agora mesmo? Muito legal, né, gente? Eu adorei! Achei mais interessante ainda pelo fato de os tratamentos deixarem o cronograma capilar ainda mais eficaz. Falando nisso, vocês já o conhecem? Vale a pena colocar na cestinha também! Vejam aqui! E para quem quer apenas uma boa hidratação, sugiro a umectação, vejam aqui.

Qualquer dúvida, mandem nos comentários!

E fiquem ligadinhas, na semana que vem eu vou divulgar os produtos no e low poo! Cadastrem aqui o email de vocês para receberem o post!!!

Quero todas radiantes e com cabelos incríveis, hein! Mandem fotos do antes e depois na fanpage do blog!

Beijooooos!

 

Imagens: Shutterstock.

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

30 Comentários Mostrar comentários

  1. Oi Michelle, minha maior duvida é: Sulfatos só tem nos Shampoos,(ou seja, não preciso procurá-los em condicionador e mascaras) mas petrolatos, tem que olhar nos condicionadores e mascara e nos Shampoos também? ou não tem petrolato em shampoo?Low Poo me refiro, Grata.

  2. Jennifer Yamazoe em

    Olá Mimis, relativamente ao seu post no low poo ou no poo, realmente é difícil aderir quem, por exemplo, necessita lavar o cabelos todos os dias devido a transpiração durante o treino. Por haver sal no suor, fazendo com que, seja pior para o coro cabeludo não lavar quando há transpiração do que lavar todos os dias, sendo por isso muito complicada a escolha de não lavar todos os dias o cabelo. O que você sugere nesses casos? Obrigada!!!

  3. Oi Mimis!

    Desde que li este post seu, mencionando Low Poo para cabelos oleosos, aderi à técnica e não usei mais shampoos com sulfato (condicionador eu já nem usava mesmo).

    Queria agradecer pelo seu post, essa informação me ajudou a cuidar corretamente dos meus cabelos. Já tenho tão pouquinho, então tenho que cuidar bem! rsrs
    Mudou positivamente a minha vida! Bjos!

  4. Partiu bicarbonato e vinagre hj… prq com a água quente no inverno meu cabelo vira uma pasta, comofaz!?!
    Quanto a técnica de produtos menos agressivos, só usei até hoje o l’ocitane in provence, lembro de ter prometido a mim mesma que valia cada centavo, mas é tão caro…. q no dia a dia tá difícil :S
    Se fizer mostra pra gente as marcas que vai testando mimis? Obrigada desde já.
    Bjão

  5. Um tanto quanto estranho, nunca tentei mas vou tentar.
    Não sabia dessa dica de bicarbonato e vinagre fui me informar e pelo jeito é bom mesmo..
    Gostei do post Mimis, faz mais sobre cabelos 🙂
    Bjs

  6. Evelyn dos Santos Mata em

    Já tinha tentado fazer a umectação, faço botox capilar apenas para diminuir o frizz, e desde a última vez que deixei o salão, segui o conselho do hair style de diminuir a lavagem e o shampoo. Abusando de leave in e colocando bepantol. O cabelo melhorou muito, lavando dia sim dia não. Sempre acabo tendo de molhar um pouco, mas sem usar tanto produto, ele tem ficado lindo! E como falado: sem tanta necessidade de lavagem. Vou usar o outro post sobre os produtos no e low poo, pra tentar aplicar melhor as técnicas. Pois ainda uso produtos agressivos. Bj Mimis! (sua irmã podia ter umas postagens também né? Acompanho ela pelo facebook e amo! Vcs são umas fofas!)

  7. Tenho o cabelo super oleoso, e estava procurando uma solução para não ter que lavar todos os dias.
    Li a matéria e lavei ontem com a técnica de bicarbonato e vinagre, ficou incrível!

  8. Tenho o cabelo ondulado/cacheado, mas não posso (ou posso?) usar no pow e co wash pq meu cabelo é oleoso na raiz, mas é seco nas postas característica do cabelo cacheado. Creio que muitas são como eu. Sem shampoo total meu cabelo vai ficar nojento na raiz. Qual das técnicas é aconselhada pra mim?

  9. Tarde Mimis!
    Estou aderindo aos poucos ao Low Poo, estou amando o resultado já que estou em transição capilar para voltar aos cachinhos. Vale a pena começar.. bjim

  10. Janete Silveira em

    Olá!! Amei este post, obrigada
    Mas tenho dúvidas, no meu caso fiz mechas pois jah tenho muitos brancos, disfarçando eles ficou legal… masssssssssssssssss, evidentemente ficaram ressecados e os cachos não se definem, gostaria de alguma dica…

    Outra coisa, que tal dar alguma dica de produto, pois aquelas letrinhas pequenas não me atraem então pediria para me dar alguma dica de produto… pode ser direto o meu email, caso não queiram postar em público…. neste email –> theamada@hotmail.com

    Obrigada pela atenção e saiba que eu ao este site

    Bjo

    Janete

  11. Bom dia Mimis!!!

    Eu sou adepta do no poo há 2 anos e simplesmente amo!!! Uso os produtos DEVA, indicado para cabelos cacheados. É maravilhoso, os cachos ficam lindos e comportados!

  12. Ao contrário do que foi comentado, os parabenos não são proibidos nas técnicas. Apesar de serem supostamente cancerígenos, não formam camada nos fios que impeçam a penetração das substâncias de tratamento.

  13. Faço low poo há bem uns 6 meses e meus cabelos estão muito mais bonitos, acredito seja consequência de estarem saudáveis. O começo causa dúvidas de quais produtos usar, mas existem grupos e perfis no FB e IG que super auxiliam… Recomendo.

×