Guia para alcançar a qualidade de vida

3

Todos nós queremos mais que viver, queremos viver bem, saudáveis, no trabalho dos sonhos, com tempo livre e ao lado de quem amamos. Mas nesses tempos atuais, com a correria da vida moderna, conquistar tudo isso torna-se difícil e muitas vezes parece impossível. Mas não é! A dica principal é: priorizar o que realmente nos interessa e nos faz bem. Ok, ainda parece utopia? Então confiram o Guia da Qualidade de Vida que montei para vocês! Vamos todos alcançar nosso objetivo maior: ser feliz! 🙂

Esse guia contém dicas de atitudes que devem ser tomadas por aqueles que querem se sentir realizados pessoal e profissionalmente. Elas requerem de vocês algum esforço sim. Confesso que não vai ser tão simples, mas tudo vai valer a pena! Vocês vão ter que lidar com medos, com mudanças e com críticas. O resultado é uma vida saudável, objetivos mais facilmente alcançáveis, e, claro, muito autoconhecimento e autoconfiança.

Vamos lá?

qualidade-de-vida-blog-da-mimis-michelle-franzoni-post

1 – Trabalhe com o que gosta
Quem trabalha com o que gosta e em numa empresa que se sente bem, tem menos problemas de saúde e é muito mais feliz. Mesmo que ganhe menos, mesmo que no começo você seja criticado, insista em fazer o que te traz prazer! Para que já segue uma carreira, nunca é tarde para recomeçar. Se não está feliz, mude, recomece quantas vezes sentir necessidade. Estamos nessa vida para aprender mesmo. Aproveitem e façam tudo o que sentirem necessidade! Se precisar, inicie um novo curso, invista em você.

2 – More perto do trabalho
Morar longe e pegar aquele transito imenso para chegar no serviço não faz bem para ninguém. Procure um espaço próximo, com facilidades de idas e vindas. Se puder almoçar em casa, melhor ainda.

3 – Monte um lar
Mesmo que você viaje muito, tenha sempre um ponto fixo para voltar e se sentir confortável e protegido. Transforme sua casa em um lugar especial, que você tenha vontade de voltar, de estar e de levar amigos. Se puder escolher, prefira viver em uma casa, com quintal. Caso contrário, opte sempre por apartamentos com sacadas, mesmo que mínimas elas fazem toda a diferença.

4 – Tenha um refúgio
Tenha um cantinho especial para ficar em silêncio quando precisar. Pode ser ao lado da cama, em um quarto separado ou até uma casa no campo. Este ambiente deve ser como um templo, então mantenha sempre limpo e organizado. Coloque uma planta que ajude a equilibrar o ar, escolha entre essas AQUI e decore com objetos que te façam bem, mas poucos.

5 – Crie a sua horta
Alimentos orgânicos são caros e difíceis de serem encontrados, então monte uma hortinha em casa, como já ensinei aqui, pelo menos com as ervas aromáticas, que dão sabor as receitas. A horta também tem o poder de tranquilizar, pois o seu cultivo é momento que mexemos na terra, aliviando o estresse a recarregando as energias com ajuda da natureza, normalmente longe de quem é mais urbano.

6 – Alimentem-se melhor
A alimentação é quem equilibra de fato a vida. Por meio dela é possível evitar doenças, estresses, mau humor e indisposição. Crie uma rotina alimentar, monte um cardápio semanal, troque os alimentos ruins pelos bons, como mostro aqui. Faça aos poucos, conheça novos sabores e invista em qualidade.

7 – Recicle
Separar os lixos em casa já é uma ótima maneira de se aproximar da qualidade de vida, mas você pode ir além. (Veja aqui o que fazer com as cascas dos alimentos). Pare de guardar roupas e quaisquer outros objetos que você não usa mais. Faça doações para instituições carentes ou venda! Aproveite também para começar a frequentar brechós, hoje em dia é tendência, pois além de muito mais econômico, é uma maneira de minimizar os estragos ambientais cometidos pelas inúmeras fábricas têxteis. O resultado é uma sensação de renovação, de dever cumprido e limpeza!

8 – Viaje mais
Conhecer novas culturas, novas pessoas e lugares nos faz ver o quão grande é o mundo e quantas possibilidades nós temos. (Veja aqui os lugares que já conheci). Passamos a valorizar o que temos e quem somos, e também a esquecer problemas, erros cometidos e perdas. Trate isso como prioridade, assim conseguirá investir em passeios fora do seu círculo comum.

9 – Distribua responsabilidades
Ninguém é insubstituível. Então não se preocupe em como vai ficar a casa enquanto você estiver de férias, por exemplo. Tenha um tempo para você. Delegue suas obrigações a mais pessoas, seja em casa como no trabalho. Confie nas pessoas e acredite que farão sempre o seu melhor. Assim, haverá menos cobrança, tensão, peso nas suas costas e, com certeza, menos problemas para resolver.

10 – Ligue menos
Não ficou como você queria? Sem problemas, não perca um dia inteiro frustrado e remoendo o que poderia ter sido e não foi. Bola pra frente sempre. Aproveite para ver o outro lado, ou seja, não deu assim, mas pode dar assado e ser muito melhor. Para resolver problemas corriqueiros tem uma dica bem legal: pense se daqui há 5 anos você estará sofrendo por causa desse problema em especial. A resposta virá em forma de risada, pode ter certeza.

11 – Faça atividades físicas
Além de liberar serotonina, ajudando na disposição e bom humor, e ainda a emagrecer e ficar sarada, fazer uma atividade física ajuda a você ter um momento só seu, especial para você se cuidar e pensar em si. Escolha algo que goste, faça sozinha, acompanhada, na rua ou na academia, e divirta-se!

12 – Tire os olhos do celular
Passe a valorizar os pequenos momentos e os grande lugares. Ande sempre observando o céu, as montanhas, as pessoas, a rua! Tudo isso é incrível e lindo. Faça como se você estivesse em uma nova cidade, conhecendo o lugar! Isso fará você valorizar mais a vida e as suas saúdes física e mental agradecem.

13 – Procure um hobby
Gosta de pintura, fotografia, artesanato, culinária? Separe um tempo para isso. Lembre-se de priorizar o que te faz bem. Ela deverá ser uma atividade relaxante, então não se cobre, apenas curta, faça quando sentir vontade. E só leve para o lado financeiro se realmente quiser fazer disso a sua principal renda.

14 – Mantenha a organização
Viver em um ambiente organizado, limpo, arejado e com muita luminosidade diminui os riscos de doenças, principalmente as respiratórias, e também deixa a pessoa mais confiante e disposta. Veja aqui como organizar tudo.

15 – Tenha a qualidade de vida como objetivo
Para alcançar a qualidade de vida, crie metas curtas que sirvam de escada para o objetivo final. Se ainda não trabalha onde e como gosta, se incomoda com transito, come errado e está sempre sem tempo, crie soluções para esses problemas e vá riscando cada um deles de sua listinha! Lembre-se que você não tem problemas, mas inícios de soluções. Vai lá e faz!

 

Gente, sei que lendo todos os tópicos assim, um atrás do outro, pode parecer uma mudança muito radical. Mas comecem aos poucos. Comecem separando os lixos, por exemplo. Tudo tem a sua hora e seu momento. Apenas comecem! Eu consegui alcançar a qualidade de vida e hoje sou muito mais feliz e sinto-me realizada. Lembrem-se que uma vida saudável e o verdadeiro emagrecimento estão atrelados a essa qualidade.

Indo um pouco mais além, acredito que para alcançarmos essa vida plena precisamos acreditar em alguma coisa. Ter fé! Abracem uma ideia, uma religião, algo que faça o coração vibrar!

Aproveitem e cadastrem o e-mail de vocês AQUI para receberem as informações, dicas e receitas em primeira mão! É hora de dar início a uma nova vida! Vamos lá!

 

Vetores: Shutterstock.

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

3 Comentários Mostrar comentários

  1. Bom dia, Michelle… sou sua xará, Michelle também… Brigo com meu peso há anos. Desde os 14 pra ser mais exata. Mas tudo piorou depois da primeira gestação…
    Depois de te ver em vários programas e acompanhar seu blog (o seu e o da Petê Camargo), senti uma vontade grande de mudar de vez. De tornar a mudança um estilo de vida. Mas tenho conflitos emocionais demais, então resolvi começar pela psicoterapia, que você também indicou. Estou na psicoterapia há 1 ano e agora começo a ver mudanças. Vim de uma infância com uma mãe que bebia muito, passei mais tarde por relacionamentos destrutivos, e só agora estou conseguindo respirar e processar meus conflitos, mas ainda sou pega por momentos de queda de humor, ansiedade ou stress que me fazem atropelar meus objetivos e “chutar o balde” por alguns momentos ou dias… Continuo trabalhando nisso, e não quero deixar de fazê-lo.
    Estou à procura de artigos no seu blog que me ensinem a (re) começar do zero. Imagine que eu nunca fiz nenhuma dieta, ou reeducação alimentar, ou nada, e vou começar hoje (quero pensar assim e começar com sucesso dessa vez). Você tem um artigo assim? Ou por onde começo a ler pra começar e seguir? Se puder me dar um help eu ficaria extremamente grata!
    Obrigada!

    • Michelle Franzoni em

      Oi Querida!!! A melhor dica para navegar no site é usar a busca ou as categorias de posts. Você encontra tudo aqui! Um beijo e sucesso!

×