Dieta do refluxo: alimentos que previnem o mal-estar

1

Vocês já devem ter sentido, pelo menos uma vez na vida, uma queimação que vem do estômago em direção a garganta. Normalmente isso é apenas azia, mal-estar bem comum após exageros alimentares. Mas, quando essa sensação é constante pode ser um sinal de refluxo gastroesofágico. E a causa pode ser os maus hábitos!

O refluxo é um problema digestivo que faz com que os ácidos presentes no estômago voltem pelo esôfago ao invés de seguir o seu fluxo normal. O motivo disso estar acontecendo pode ser por conta de uma hérnia de hiato por exemplo, que deverá ser corrigida cirurgicamente. Mas, na maioria das vezes, a causa são os maus hábitos, como consumo exagerado de álcool, de cigarro, de roupas muito apertadas, comer muito antes de dormir, e se alimentar muito rápido, em grandes quantidades e com uma dieta de má qualidade e rica em gorduras.

Quem está um pouco acima do peso tem mais probabilidades de sofrer com problemas de refluxo, pois o excesso de peso pode causar pressão sobre o estômago, facilitando a saída dos ácidos na direção contrária.

Os sintomas do refluxo são bem claros: azia constante, dificuldade de engolir, dor no peito, dor de garganta e náuseas após as refeições.

Vocês sentem esse desconforto? Então está na hora de corrigir esse problema! Além de ter que mudar os hábitos diários, será necessário apostar em um novo cardápio semanal, com alimentos alcalinizantes, afinal, precisamos diminuir a acidez do estômago!

Vejam abaixo a dieta do refluxo com os alimentos que evitam o mal-estar!

Se vocês já seguem uma alimentação equilibrada o motivo do mal-estar pode ser outro! O ideal é marcar uma consulta médica logo e fazer os exames necessários para verificar o que anda acontecendo. Porém, independentemente de qualquer coisa, alimentação e hábitos saudáveis são indispensáveis para se alcançar a qualidade de vida e evitar qualquer problema de saúde! 🙂

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

1 Comentário Mostrar comentários

  1. Boa noite Mi!

    Obrigada por compartilhar dicas tão preciosas! No entanto, fiquei um pouco em dúvida quanto aos chás, já que nos permitidos está escrito qualquer chá menos o de hortelã, mas na tabela de alimentos ruins consta o chá verde.

    Afinal, chá verde pode ou não?

    Beijos!

×