Kombucha: bebida probiótica que emagrece

8

A Kombucha é uma bebida probiótica milenar, originária da China, feita a partir da fermentação do chá preto, verde ou de hibisco, e açúcar. Ela auxilia no sistema digestivo, imunitário e na perda de peso, por estimular o metabolismo, limitar a acumulação de gordura e ainda conter ácido acético. Perfeita, inclusive, para quem opta por uma alimentação orgânica.

A preparação dessa bebida é feita a partir da sua colônia, o scoby, uma levedura composta de microorganismos que se alimenta de açúcar, liberando o ácido glucônico, ácido láctico, ácido glucurônico, aminoácidos, substâncias antibióticas e vitaminas, formando uma bebida forte, porém muito saborosa. O álcool também é uma das substâncias produzidas, mas não chega a 1%, por isso, não é considerada uma bebida alcoólica. Normalmente estas colônias são doadas, assim como as de kefir, mas também podem ser compradas.

Em alguns lugares é possível comprar o kombucha pronto para beber. Mas, o melhor mesmo é ter em casa, que é muito mais econômico! Por isso trouxe a receita de Kombucha para vocês! Façam, experimentem e depois voltem aqui para me contar o que acharam!

Kombucha
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 6
Classificação: 4.17
Você:
Classifique esta receita!
Print Recipe
Porções:
Ingredientes
Modo de preparo
  1. Coloque a água para ferver e já no começo da fervura adicione o açúcar e mexa por 5 minutos.
  2. Desligue o fogo e adicione o chá, tampe a panela e espere a infusão por 15 minutos.
  3. Peneire e deixe o chá descansar até ficar em temperatura ambiente.
  4. Misture o vinagre de maçã.
  5. Coloque dentro de um recipiente de vidro.
  6. Inclua o scoby de kombucha.
  7. Cubra o recipiente com papel toalha e prenda ao redor com um elástico e deixe fermentar por 7 dias em algum lugar úmido e sem luz.
  8. Distribua a kombucha em recipientes de vidros menores e com tampa e guarde na geladeira. Abra apenas para tomar ou para fazer uma segunda fermentação para saborizar e gaseificar.
  9. Mantenha a colônia dentro do recipiente maior, com parte da kombucha para manter sua criação scoby.
Dicas

Para saborizar e gaseificar, repita a operação, adicionando 200ml da kombucha feito no lugar do vinagre (e, se quiser, suco de frutas e especiais – cravo, gengibre, a gosto). Separe em recipientes menores e deixe repousando por 48 horas fora da geladeira. Depois desse período, pode levar à geladeira. O recipiente deve ser menor pois, depois de aberto, poderá avinagrar.

A kombucha dura na geladeira em recipiente fechado por até três meses.

Não use utensílios metálicos na hora do armazenamento, pois o metal reage quimicamente com a colônia de bactérias (prefira usar as mãos).

Qualquer troca de ingrediente alterará a receita original e as calorias. É preciso testar e adaptar sua quantidade.

Sugestão
Café da manhã, almoço, lanche, jantar
www.blogdamimis.com.br

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

8 Comentários Mostrar comentários

  1. Essa história de não usar utensílios de metal é lenda!
    Falam a mesma coisa para o Kefir.
    Não tem o menor sentido.
    É muito mais apropriado utilizar um utensílio de metal, que pode ser adequadamente higienizado, do que utilizar as mãos/utensílios de madeira, que estão cheios de bactérias e podem alterar a composição ou até contaminar a colônia.

  2. Muito bom seu artigo mimis, eu vou testar. obrigada. 🙂

    Eu tenho um problema, não consigo ficar sem tomar uma cervejinha no final de semana, será que isso é muito prejudicial?

    Eu adoro. :p

    Queria saber se tem algo que eu possa fazer, tipo, beber algo que seja mais saudável… Me ajuda?

  3. Daniele Rodrigues em

    Oi Mimis, td bem? Primeiramente parabéns pelas suas conquistas e obrigada por compartilhar conosco sua história.
    Gostaria de saber se vc já trouxe em seu blog o tema “efeito platô”. Gostaria de saber mais especificamente quando sabemos que estamos passando por este efeito.

×