Cardápio de lanches: sugestões para opções saudáveis

5

Escolher o lanche certo para comer nos intervalos das refeições principais é crucial para manter uma rotina saudável e obter resultados positivos na dieta de emagrecimento. Mas é nessa hora que vem a dúvida, afinal, o que comer para saciar sem pesar nem no estômago nem na consciência? Por isso resolvi compartilhar com vocês as minhas opções de lanchinhos intermediários.  🙂

Primeiro, vale ficar atento às nossas necessidades. Por que lanchar? Muitos especialistas indicam que comer de 3 em 3 horas é o ideal, pois ajuda a aumentar o metabolismo, evita ataques de fome, aumenta o nível de energia e diminui o armazenamento de gordura. Além disso, existem pessoas que não conseguem ficar muito tempo sem beliscar, então, se é para comer, vamos comer a coisa certa!

Segundo o Ministério da Saúde, a dieta de um adulto saudável deve ter em média 2mil calorias, então a indicação é que esses lanches devem representar cerca de 15% do total de calorias consumidas ao longo do dia, ou seja, cada lanche deve no máximo 300 calorias.

Claro que isso vai depender de cada caso, cada dieta, pois as pessoas possuem constituições físicas e atividades diferentes. É sempre bom ter o apoio de um profissional. Mas fiquem atentos a essa informação! Afinal, não basta nos basearmos apenas nas calorias, pois a qualidade do alimento vai muito além disso. Por isso, tomem muito cuidado com os industrializados, olhem sempre todas as informações dos rótulos, vejam aqui como.

As dicas também servem para quem trabalha fora, viu?! Nesse caso, vale sempre apostar nas marmitas, como já mostrei aqui – sim, tem que fazer marmita do lanche também -, pois é mais difícil encontrar essas opções em padarias e lanchonetes. E logo vocês vão perceber que, além de nada saudáveis, as antigas escolhas eram um peso desnecessário no orçamento.

Sucos e shakes são uma bela aposta para quem é mais agitado como eu e não consegue parar por muito tempo para lanchar. Ambos são ótimas opções, pois são ricos em fibras e os nutrientes de cada frutinha e ingrediente acrescentado, como linhaça, leite…

O suco natural é uma alternativa para as frutas sólidas. Dá para colocar dentro de uma garrafinha térmica e manter o suco geladinho por algumas boas horas. O ideal é não adoçar. Os sucos, assim como as frutas são digeridos mais rápidos, cerca de 30 minutos. E os shakes, ou smoothies, garantem saciedade por mais tempo e, dependendo do que tiver no mix demoram até 2 horas para digestão, segurando a fome por mais tempo.

Chega de papo! Confiram as minhas opções de lanchinhos!

 

Clicando aqui vocês encontram todas as dicas e receitas para lanches! E abaixo segue cada receita que coloquei no post:

DOCES

Bolo de caneca proteico

Cokkies lowcarb sem farinha

Iogurtes

Cupcake integral de frutas e amêndoas

Torta de maçã lowcarb de frigideira

Fruta

Oleaginosas

 

SALGADOS

Batata chips

Mini bruschetta integral

Sanduíches

Crepioca

Pão nuvem

Cestinha de ovos

 

SUCOS

Suco verde

Suco vermelho

Suco de frutas vermelhas

Suco de caju

Suco de abacaxi com hortelã

 

SHAKES

Shake de manga e laranja

Shake verde

Shake de papaia com coco

Smoothie de banana e chocolate

Smoothie de morango e jabuticaba

Smoothie Piña colada

Smoothie de Banana e limão!

Red Drink da Mimis

>>>>

Lembrem-se que importante consultar um nutricionista para ver as necessidades nutricionais diárias de cada um. Assim teremos um plano alimentar individual e completo.

Gostaram das dicas? Agora me contem o que vocês gostam de comer nos intervalos! 🙂

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

5 Comentários Mostrar comentários

×