Seu negócio saudável: dicas para ganhar um extra

0

Já pensou em um extra para complementar o orçamento mensal? A ideia é abrir-se para novas oportunidades nesse novo ano que vem chegando. É hora de começar a fazer o que gosta também, o que te dá prazer. Gosta de cozinhar, de pintar ou meditar? Não interessa, para tudo tem mercado e gente disposta a ter os seus serviços. Basta começar e confiar! Afinal, quando é feito com o coração tudo fica melhor!

Como já disse aqui, existem muitos benefícios (além da grana extra) de colocar um projeto pessoal em andamento. Eu mesmo sempre inventei moda paralelamente a minha profissão.

Claro que duas jornadas de trabalho podem ficar pesadas e vocês terão que sentir se vale a pena seguir adiante. Por experiencia própria, sinto que quando gosto do que estou fazendo não sinto muito o peso das horas.

Mas, no que apostar?? Minha sugestão é apostar no segmento de bem-estar e alimentação saudável, setor que cresce cada vez mais (cresceu 98% nos últimos anos no Brasil de acordo com um estudo da agência de pesquisa Euromonitor). Além de rentável, é algo que te trará paz, pois estamos oferecendo saúde para as pessoas. Tem coisa mais linda?

Vejam as minhas sugestões na tabela abaixo e a conta usada para tirar lucro nos trabalhos extras! Espero que gostem! Contem nos comentários se já têm algum projeto em andamento para o próximo ano! E claro, toda sugestão e dica é bem-vinda! Beijoos

E lembre-se tem que ser saudável para ambas as partes: para quem vai consumir e principalmente para você que produz.

Onde oferecer?

Internet
É o ponto chave hoje em dia. Tenha página no Facebook, Instagram (que podem ser os pessoais de vocês, não há necessidade de fazer páginas novas no começo) e um número de Whatsapp para receber as encomendas e tirar dúvidas. Não precisa fazer venda online, pode usar a internet como ponto de exposição e primeiro contato.

No seu trabalho
Se a sua empresa não liga que você ofereça outros serviços lá, aproveite! O ambiente de trabalho é propício para consumo, é onde as pessoas estão loucas para relaxar um minutinho.

De porta em porta
É a forma mais fácil de vender alimentos, mas também a mais pesada, principalmente se você tem outro serviço. Esteja com eles fresquinhos e com uma boa apresentação (inclusive sua).

Deixar em estabelecimentos
Para quem já pensa além, essa é uma ótima ideia! Porém, se for alimentos, é importante ter etiqueta impressa, com validade, ingredientes e nutrientes, o que acaba deixando o produto mais caro, mas vale a pena!

Gostaram das ideias? Já fazem dupla jornada? Contem aqui nos comentários! Beijocas

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

×