Pílula do dia seguinte: tudo sobre o método contraceptivo de emergência

0

A pílula do dia seguinte é um método contraceptivo de emergência, que deve ser usado apenas quando o método contraceptivo habitual falha. Apesar de poder ser comprado sem receita, este medicamento só deve ser usado sob orientação médica, pois tem uma dose hormonal muito alta, podendo aumentar risco de doenças como câncer de mama, câncer de útero, trombose e problemas numa futura gravidez.

Esse método não é 100% eficaz se for tomada após 72 horas da relação sexual. Mas, quando tomada no mesmo dia, é pouco provável que haja a fecundação. Porém, se já tiver ocorrido ovulação ou se o óvulo já tiver sido fecundado, a pílula não impede o desenvolvimento de uma gravidez.

A pílula pode ser composta por levonorgestrel (que pode ser usada até 3 dias após a relação sexual) ou por acetato de ulipristal (até 5 dias após), que funcionam atrasando ou inibindo a ovulação.

Confiram a tabela abaixo com todas as informações sobre a pílula do dia seguinte.

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

×