Terapias não convencionais: 6 tipos e suas funções

2

Acupuntura, homeopatia, reiki, thetahealing, barras de access, aromaterapia, entre muitos outros, fazem parte dos tratamentos alternativos que a medicina não convencional nos oferece em prol do nosso bem-estar e equilíbrio físico e mental. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 40% da população dos países desenvolvidos já recorreu às medicinas alternativas. Não é à toa que muitos deles são oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Tais tratamentos realizam um diagnóstico diferente: energético, avaliando a pessoa como um todo e como indivíduo. O que desencadeia uma certa doença ou desordem é específico de pessoa para pessoa, trabalhando na raiz do problema.

No entanto, é bom ressaltar que os tratamentos não convencionais são um complemento à medicina convencional, e não é recomendada a sua completa substituição. Os trabalhos devem andar juntos.

Selecionei 6 propostas naturais, alternativas e complementares que achei interessante para trazer para vocês do que cada uma trata e sugestões de uso. Caso tenham mais informações ou outras terapias para compartilhar, complementem este post deixando sua informação lá nos comentários!

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

2 Comentários Mostrar comentários

×