Hirsutismo: como lidar com pelos no rosto

0

Algumas mulheres apresentam hirsutismo, caracterizado pelo crescimento excessivo de pelos em locais que seriam normais em partes do corpo masculinas, como no rosto, por exemplo e até em volta dos mamilos. O problema é hormonal e pode afetar emocionalmente a mulher vítima dele.

Como acontece?
Os pelos aparecem pelo aumento de hormônios andrógenos, que são hormônios masculinos presentes nas mulheres, mas em menor quantidade. O hormônio, quando em excesso, afeta o folículo piloso promovendo o crescimento de pelos.

Quando pode aparecer?
– Na menopausa, quando há queda de hormônios femininos, fazendo com que os hormônios masculinos fiquem maior no organismo.

– Mulheres que apresentam ovários policísticos, já que os hormônios masculinos são produzidos pelos ovários.

– Idiopático, sem causa justificada. Quando as mulheres apresentam taxas hormonais dentro do limite da normalidade e mesmo assim apresentam o hirsutismo.

– Ou ainda, mesmo que raro, o causador ainda pode ser o aparecimento de um tumor ovariano ou da glândula suprarrenal. Por isso, é importante buscar orientação médica assim que notar os pelos ou qualquer diferença.

É comum a paciente apresentar, além do aparecimento de pelos, acne, seborreia, alopecia (perda de cabelos ou pelos), irregularidade menstrual e, em casos mais severos, aumento do clitóris, engrossamento de voz e aumento da massa muscular.

Um histórico clínico completo e um exame físico adequado são essenciais para o correto diagnóstico, além de alguns exames complementares.

Como tratar?
Com acompanhamento médico, será realizado o reequilíbrio hormonal. De forma que os hormônios masculinos diminuam e se estabilizem.

No caso dos ovários policísticos normalmente é recomendada a inclusão de anticoncepcional.

A resposta ao tratamento é lenta, pois obedece ao ciclo de crescimento do pelo, que alterna fases de crescimento, involução e repouso, que duram em média seis meses.

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

×