Pasta dourada

2

Talvez vocês não tenham ainda ouvido falar da Pasta Dourada, mas com certeza conhecem a cúrcuma (gengibre-amarelo ou açafrão da terra), seu ingrediente principal. Além de ser uma delícia, a pasta tem propriedades anti-inflamatórias, ajuda na digestão, na cicatrização de feridas, acelera o metabolismo e evita/trata até artrite. E o melhor: é bem fácil de fazer!! Gostei tanto da receita que resolvi compartilhar ela aqui com vocês.

A pasta é um tempero, e podemos usar a gosto, podendo ser usada em pratos quentes, como vegetais refogados, carnes, caldos e cremes ou frios, misturado com iogurte ou em saladas. No seu preparo vão apenas 3 ingredientes: óleo de coco, pimenta preta e a cúrcuma, e diquinha plus: se sentir sua imunidade baixar, misture uma colher da pasta com leite quente antes de dormir. 😀

Mas de onde surgiu essa pasta?? A cúrcuma é uma especiaria reverenciada há muitos anos pelo Ayurveda, medicina milenar indiana, que tem como propósito a prevenção de doenças. Isso porque ela é um antinflamatório natural e ainda possui curcumina, termogênico que acelera o metabolismo. Já contei sobre os poderes da cúrcuma no emagrecimento e saúde aqui. A pimenta preta potencializa ainda mais os benefícios da cúrcuma, e o óleo (a gordura), ajuda na absorção destes nutrientes pelo corpo.

Vejam os principais benefícios da pasta dourada:

– É termogênica

– Acelera a cicatrização de feridas

– Ajuda a purificar o sangue

– Limpa a pele

– Cura órgãos reprodutivos

– Evita e trata a artrite

– Desintoxica fígado e vesícula biliar

– Aumenta a imunidade

– Ajuda na digestão

– Equilibra o açúcar no sangue

– É antioxidante

– É anti-inflamatório

– E antimicrobiana

– Tem efeitos antidepressivos

– Anticancerígeno

Pasta dourada é “bom pra cachorro”
Segundo a nutróloga animal Sylvia Angélico, do site Cachorro Verde, esse tempero é “bom pra cachorro” também . Pode oferecer pura (a maioria adora o sabor), misturada no iogurte natural ou queijo cottage ou ricota, ou misturada diretamente nas refeições do seu aUmigo.

A quantidade depende do porte do cachorro. Pequeno, meia colher (de café); porte médio 2 colheres (chá); porte grande, 2 colheres (sobremesa). Todos: 2 x ao dia.

Gatos podem comer a pasta dourada também! Mas em menor quantidade: meia colher (de café) 2 x ao dia, independentemente do tamanho do bichano.

Contraindicações
Tanto para nós como para os animais, é importante suspender seu uso no caso de suspeita de anemia ou qualquer doença que cause distúrbios de coagulação.

Agora, bora para a receita! Confiram, façam, ofereçam para o cachorro de vocês de depois me contem o que acharam! Beijocas

Pasta dourada
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 2
Classificação: 3
Você:
Classifique esta receita!
Print Recipe
Porções:
0
Ingredientes
Modo de preparo
  1. Se usar a cúrcuma (açafrão) fresca, rale ou processe a raiz sem casca.
  2. Misture a cúrcuma com a água e leve ao fogo médio até virar uma pasta (cerca de 8 minutos) Misture todos os ingredientes em uma panela.
  3. Desligue o fogo e adicione o óleo de coco e pimenta.
  4. Transfira a pasta para um pote com uma tampa e deixe na geladeira por até 2 semanas.
www.blogdamimis.com.br

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

2 Comentários Mostrar comentários

×