SuperAção Aline Azevedo

13

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-01

A história da Aline até se parece com a de muita gente. Ela não foi uma criança gordinha, mas aos 19 anos começou a ganhar peso, chegando aos 130kg. Tentando emagrecer a todo custo, ela buscou a cirurgia de redução de estômago, porém, voltou a engordar novamente. Quando realmente mudou sua cabeça e adotou novos hábitos, ela conseguiu emagrecer mais 19kg e realizar seu grande sonho.

Aline sempre foi bem ativa e praticava handebol durante a infância. No entanto, não tinha preocupações em relação a comida e comia o que tinha vontade, sem pensar no amanhã. Aliás, ela ama comer e sempre foi apaixonada por coxinha. Quando saia, já pensava em qual lanchonete ia parar para comer um salgadinho com refrigerante. Assim como acontece com muitas pessoas, Aline também sofria de compulsão. Ela conta que comia exageradamente, principalmente quando se sentia triste. “Comia porque estava triste, porque estava feliz, porque tirei nota boa escola enfim a comida compensava tudo”, conta.

Por um bom tempo Aline se aceitava gordinha. “Eu passei a me preocupar mesmo quando alcancei a obesidade mórbida, quando não conseguia andar muito, que já ficava cansada, quando comprei uma calça tamanho 54 em uma loja especial, e quando comecei a sentir o desprezo das pessoas no dia a dia, nas lojas, no ônibus , dos meninos nas festas”.

Aline percebia que estava no seu limite quando suas roupas não serviam mais e quando começou a se sentir discriminada pelos outros. Ela  resolveu que iria mudar a sua vida quando perdeu totalmente a vaidade. “Eu era gordinha, mas procurava me vestir bem, até que um dia fui parando de fazer isso porque nada cabia, nada ficava bom, ai fui me isolando, só ficava em casa vendo TV e comendo mais ainda”.

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-02

Quando Aline decidiu emagrecer, ela acabou optando pela cirurgia de redução do estômago. Naquela época e em sua cidade não havia um apelo para a alimentação saudável, e tantos recursos como hoje. Ansiosa por resultados rápidos, ela escolheu a cirurgia como método para alcançar seu objetivo. “Eu conheci uma menina que havia feito a redução e estava muito bem, irreconhecível na verdade, então resolvi operar”.

Aline foi atrás de tudo, procurou o médico e fez os exames sem falar com ninguém. “Um belo dia dei a noticia a família e fiz a cirurgia”.

As pessoas têm uma visão distorcida sobre a cirurgia de redução do estômago, acreditam que esta opção deixa tudo mais fácil e rápido, o que não é verdade. “Posso dizer que realmente não é fácil, as pessoas se enganam muito em relação a isso, acham que a cirurgia é mágica e que no dia seguinte você vai acordar magra ,linda e loira. A realidade é bem diferente”.

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-03

Logo após a cirurgia, o paciente emagrece bastante, mas é preciso seguir as orientações para que isso aconteça, como mudar a relação que tem com a comida para sempre, e não só naquele período. “O efeito da cirurgia não é eterno, eu não me arrependo de ter feito, eu fui uma paciente exemplar, seguia todos os procedimentos e dicas dos médicos e nutricionistas”.

Assim que foi liberada pelos médicos, Aline começou a praticar exercícios, o que fez toda diferença no emagrecimento. Em sete meses ela havia perdido todo peso necessário, passando de 130kg para 64kg. “Fiz tudo como devia fazer e já pude fazer as cirurgias reparadoras de retirada de pele, fiz nos seis e abdômen com menos de um ano de operada”.

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-04

Aline estava magra, bonita, solteira e nunca conseguia um relacionamento sério. Ela se aproveitou de tudo isso para curtir sem pensar no amanhã. Quando viu, perdeu o controle novamente e passou a consumir o álcool excessivamente.

No entanto, em pouco tempo ela começou a engordar tudo novamente e quando se deu conta estava pesando 98kg. “Quando fiz a cirurgia, eu achava que todos meus problemas iriam acabar, que ser gorda era meu único defeito e isso não era verdade”.

Aline destaca que a cirurgia funciona para quem realmente quer mudar para sempre e enfrentar as dificuldades da recuperação. Ela conta que se tivesse conhecimento suficiente na época, talvez não teria optado pela cirurgia, pois percebe que hoje temos um mundo de opção de vida saudável e basta querer emagrecer de verdade.

O álcool foi uma válvula de escape na vida de Aline. “Eu saia muito, então começava a beber para esquecer dos problemas, ser mais leve, porque sempre fui muito séria no meu dia a dia, chegava a ser áspera com as pessoas”. Ela conta que a bebida a transformava em uma pessoa mais simpática, comunicativa, mas quando ela passava da conta, voltava a ser grossa cheia de razão.

Aline não bebia todos os dias, mas quando chegava a quinta-feira começava a programação. “Era festa, um churrasquinho depois da aula, baladas, viagens, festas em casa mesmo, tudo era motivo pra beber e eu nunca bebia pouco, era até o fim da festa”. Ela gosta de cerveja, e foi assim que começou a engordar novamente, aos poucos, sem perceber. Sempre acompanhada de petiscos fritos, a cerveja virou sua companheira nas festas e reuniões com amigos.

Ela só percebeu que precisava mudar de hábito e se livrar desse problema, quando começou a passar dos limites e magoar as pessoas que amava. “Com meu comportamento, magoei muito minha família e amigos por conta das minhas atitudes quando estava bêbada. Eu fui percebendo que estava perdendo as pessoas que eu gostava e correndo riscos cada vez mais sérios”.

Pela segunda vez, Aline decidiu que iria emagrecer. Ela conta que foi muito difícil: “Tinha dias que eu queria bater a cabeça na parede de vontade de beber, era uma hábito de tanto tempo que era muito complicado parar assim de um dia pro outro, eu substituía a cerveja por água com gás”. Aline estava decidida a mudar para sempre e precisava aprender a controlar suas vontades. Ela se questionava: “Eu não podia deixar a comida me vencer novamente, se eu estava conseguindo vencer a bebida, porque não vencer a comida? Eu estava com 30 anos, e se eu quisesse ter um filho? Como ia engravidar pesando 98 kg?”.

Então, ela foi em um mercado e comprou os ítens básicos para a dieta, como frutas, verduras, legumes e pão integral. Logo ela emagreceu 2kg e resolveu procurar uma nutricionista, porque após a cirurgia bariátrica, sua absorção de vitaminas é diferente, dessa forma ela preferiu procurar ajuda profissional.

Na dieta de emagrecimento, Aline cortou tudo o que era gordinho, como doces, frituras, massas, refrigerantes. “Ela conta que no fundo todo mundo  sabe o que engorda e o que não engorda, mas é difícil  recusar. Ela preferia não  ter coisas tentadoras na geladeira e a noite, ao chegar do trabalho, organizava as marmitas do dia seguinte e dessa forma ela evitava  cair em tentação na rua. Aline conta que ter sempre a mão seu lanchinho na bolsa, uma fruta, nuts,  ou coisas de fácil acesso ajudam a  evitar a famosa escapadinha”. Nesse POST tem várias dicas de meninas que preparam suas marmitas no dia a dia e vale a pena ler.

Hoje, depois de um bom tempo e de trabalhar muito o auto controle, Aline bebe sua cervejinha sem álcool em ocasiões especiais.

O equilíbrio é a base para a reeducação alimentar. Assim como Aline, na minha dieta eu não restringi demais, escolhendo algumas coisas que eu mais gostava para comer nos finais de semana.

Ela começou inseriu as frutas, legumes, verduras, cereais, sucos detox variados, carnes magras. Tudo sempre saudável e nutritivo. No início da dieta Aline foi bem radical, mas com o passar do tempo começou a comer uma pequena proporção de um prato que gostava muito aos fins de semana, principalmente no almoço ou jantar.

A internet foi fundamental no processo de emagrecimento dela. Assim que resolveu fazer a reeducação alimentar, começou a procurar casos na internet de pessoas que haviam emagrecido desta forma. Foi aí que ela encontrou o blog: “Fiquei maravilhada com a história dela e li tudo relacionado a mudança na alimentação, todas as dicas que ela dava. Foi uma inspiração, eu vi que era possível sim mudar de vida, sem ser radical, sem deixar de viver a vida”. No instagram ela mostra a sua rotina saudável.

Ela adora as receitas do blog e faz até hoje. Dentre as que ela mais gosta estão o souflé de legumes e o pão de queijo de frigideira (receita AQUI e AQUI). Olha aí!

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-05

Para não cair em tentação, Aline tentava sempre dizer não: “Doía muito dizer não, mas eu precisava fazer por mais que eu quisesse muito. E quando eu caio em tentação, eu volto ao rumo na refeição seguinte”. No blog eu dou várias dicas de como vencer as tentações dentro e fora de casa (ver AQUI). 

Durante o emagrecimento, ela contou principalmente com a ajuda do namorado, que a incentivava a manter o ritmo: “Eu fazia minha salada para o jantar e o sanduíche dele cheio de coisas que eu não posso comer, mas a vida é assim, você tem que abrir mão de certas coisas pra conseguir o que quer”.

Muitas pessoas a criticavam, tanto antes do processo de emagrecimento, como depois, dizendo que ela estava sendo radical demais. “Achavam um exagero eu negar um refrigerante em uma festa e pedir água, com o tempo e os resultados aparecendo começaram a ver que eu realmente tinha força de vontade e determinação e passaram a entender melhor e até pediam dicas”, conta ela rindo.

A fase mais difícil no emagrecimento foi conseguir adequar a vida social com a nova proposta de vida, ainda mais que ela sempre amou festas e bares. “Foi difícil pra mim não fazer parte por completo, não comer o torresminho com cerveja gelada”.

Para não desistir, ela foi criando opções. Aprendeu a cozinhar, tomou gosto pela culinária saudável na tentativa de fazer pratos tão gostosos quanto aos que comia antes. Manter a dieta e a vida social realmente não é fácil, mas é possível. Nesse POST eu conto como consegui lidar com isso.

O segredo para a mudança de hábitos de Aline foi a força de vontade. “Parece clichê, mas é a mais pura verdade, quando você quer alguma coisa você precisar querer muito, essa vontade de atingir um objetivo te faz mudar, te move, te inspira”.

Ela acredita que o verdadeiro emagrecimento se dá através da mudança de hábitos e se sente a prova disso: “Eu tive a oportunidade de ter o peso ideal, fiquei magra mesmo e não soube lidar com isso, não mudei os hábitos por completo e fui voltando a engordar”.

Aline começou a praticar exercícios logo no começo da reeducação alimentar. Ela procurou uma academia e inicialmente fazia somente caminhadas na esteira e na praia aos fins de semana. Depois ela sentiu que precisava gastar mais e se inscreveu na Zumba.

Logo depois a nutricionista sugeriu que ela fizesse musculação. Ela aprendeu a não esperar pelos outros. “Caminhe sozinha, vá sozinha pra academia, assim você vai conseguir, dificilmente você vai encontrar alguém na mesma vibe que você  e se ficar esperando não vai sair de casa nunca”.

Os exercícios fazem toda a diferença no processo de emagrecimento. Eu comecei a praticar logo no início da reeducação alimentar também, como eu conto AQUI, e se vocês ainda não estão fazendo atividade física, nesse POST eu dou dicas de como escolher uma atividade legal e que tenha tudo a ver.

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-06

O sonho da Aline era ser mãe. E agora ela está grávida e isso é maravilhoso. Ela ficou imensamente feliz quando descobriu, pois estava pronta para a gestação. “Um dos motivos que decidi emagrecer foi a possibilidade de um dia ter um filho”. Quando soube, ela procurou uma nutricionista para entender suas novas necessidades. “Na verdade não mudou muito a minha alimentação, a grávida precisa de alimentos ricos em fibra, ferro, proteína que são alimentos que já faziam parte da minha alimentação. Aumentei um pouco as quantidades, afinal a fome aumenta bastante na gravidez”.

Na gestação, quase nada mudou, pois ela continua super saudável. Aline se permite comer algo não tão saudável de vez em quando, mas mantém sempre uma alimentação equilibrada. “Continuo levando minha marmitas para o trabalho, como muita fruta, bebo muita água, faço suco verde pela manhã, e consegui engordar somente o permitido e dentro da normalidade em uma gravidez”. Hoje ela está com x meses e já ganhou alguns quilinhos, tudo dentro do normal.

Aline é uma nova mulher. Ela aprender a conhecer os limites do seu corpo e com certeza se sente muito melhor: “Foram muitas as mudanças, hoje eu respiro melhor, não me sinto mais sufocada, a autoestima melhora totalmente, tenho prazer em comprar uma roupa”.

Parabéns, Aline e continue com os seus objetivos.

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-07

 Peso antes: 130kg     Peso agora: 85kg     Altura: 1,65cm         

Vem ver mais histórias de superação AQUI.

 

SuperAção-Aline-Azevedo-blog-da-mimis-michelle-franzoni-08

 

Ler matéria completa
MICHELLE FRANZONI

Amo a vida saudável, viajar, decoração, jardinagem e muito mais! Sou fisioterapeuta, artista visual, e Doutora em Gestão do Conhecimento. No Blog da Mimis você encontrará um pouquinho de cada coisa que eu gosto!

Deixe um comentário‏

13 Comentários Mostrar comentários

  1. Nossa!!!!! Depois de muitos anos revejo minha colega de infância pelo Blog! Estudei com a Aline vários anos no colégio e jogávamos handebol juntas. Muito bom saber sua história de superação e torço para que tenha muita felicidade, mais agora com um bebezinho a caminho! Saúde e saudade, carioca!!!!!!

  2. Boa tarde

    Conheci o Blog pelo Facebook e já me apaixonei, preciso perder peso e mudar totalmente
    minha alimentação mas nem sei por onde começar. preciso da ajuda de vcs.
    como eu faço uma reeducação alimentar? vcs dão cardápios?
    me ajuda leio todos os dias a parte de superação espero que um dia eu apareço ai

    bjos

    Mari

  3. Oi Aline,
    Que bela história! Fiquei muito inspirada pela sua força de vontade e por você ter conseguido mudar hábitos tão difíceis, parabéns!

    Acho que o lance da bebida é pouco explorado pelos programas de emagrecimento e reeducação alimentar. É uma realidade que nós brasileiros bebemos muito além da conta, como parte dos nossos hábitos diários! E não adianta simplesmente falar que tem que cortar o álcool, acho que os blogs como esse aqui da Mimi (ótimo, por sinal) deveriam explorar mais esse tema. Alcoolismo é uma realidade.

    Aline, também estou em um processo longo de mudança. Consegui emagrecer 12 kg em 2011 com um programa de reeducação alimentar excelente, mas já engordei 9 kg!! Tá certo que foi ao longo de 3 anos, mas isso significa que não mudei os meus maus hábitos por completo. Agora resolvi me comprometer novamente com isso e ler histórias como a tua me confortam e inspiram a seguir em frente. Sou grata!

    Um beijo pra você e pra Mimi

  4. Parabéns guerreira! Estou batalhando também para conseguir perder a barriguinha, mas tenho que dizer que não é fácil. Abandonar alimentos que aamo é muito dificil. Mas eu aprendi que para ter resultados tem que ter persistência. Eu comecei um programa de emagrecimento desse site aqui http://www.bit.ly/programa-emagreça-de-vez e estou seguindo sem furar o minimo possivel e os resultados estão aparecendo! já cruzei a marca de 5kg a menos e a proxima é a marca de 10kg. É claro que é pouco perto de vc, mas um dia chego lá ^^

    Parabéns vc eh uma inspiração pra gente

  5. Aline, sua história é inspiradora! Hoje minha rotina é bem parecida com a sua… adoooooooooro uma cervejinha com um bom tira-gosto… O fato é que não estou satisfeita com meu corpo atualmente e preciso mudar… Além do desejo de mudar ainda peco pela falta de força de vontade, mas querer mudar já é um começo. Obrigada por compartilhar sua história conosco. Parabéns pela sua conquista!

  6. Me identifiquei muito com essa história, estou a alguns meses tentando mudar minha alimentação e vencer também o hábito de beber cerveja. Eu estava bebendo quase todos os dias, tudo era motivo pra cervejinha e petiscos no final do dia. Cheguei a pesar 105 Kg, estou agora com 97, tá sendo um processo muito lento, tive muitas recaídas, mas eu entendi que o importante é não desistir, vejo que a cada dia aprendo mais sobre os alimentos e aos poucos vou conseguindo mudar meus hábitos.
    Mimis, seu blog tá sendo fundamental pra mim, tenho acompanhado a bastante tempo, muito obrigada por compartilhar seus conhecimentos e essas histórias que tanto nos motivam.

  7. Parabéns Aline, me identificou muito contigo, minha história e praticamente a mesma que a sua, Handebol, Bariátrica, emagrecer, álcool, cerveja, engordar e agora emagrecendo novamente, tenho certeza que assim como você atingirei meu objetivo.
    Sucesso.

×